Comidas


Pit Smoker: a nova tendência no preparo de churrascos

01 de abril de 2019 por OfficinaCervejaria

Seja entre a família ou naquela reunião com os amigos no fim de semana, o famoso churrasco brasileiro costuma ser farto e variado. Na grande maioria das regiões brasileiras a preparação é simples, e a carne é colocada em uma grelha sob a brasa do carvão. Mas, uma técnica de defumação americana vem conquistando o paladar das pessoas por aqui.

Esse processo de defumação típico do sul dos Estados Unidos, é feito com um defumador que se chama smoker do modelo pit. Ele atua na cocção e defumação das carnes que são preparadas em baixa temperatura, e assadas com lenha de árvores frutíferas por um longo período.

O método de cocção também conhecido como “low and slow”, que em português significa baixo e lento, nada mais é que a circulação de fumaça e calor dentro do equipamento proporcionando um cozimento uniforme. Esse processo promove a quebra das fibras da carne, ela fica mais macia e absorve as notas frutíferas da lenha utilizada, resultando em um churrasco bastante saboroso.

Essa nova tendência que chegou ao Brasil agrega mais sabor, aroma e uma textura diferenciada às carnes. E acabou atraindo muitas pessoas não só pelo visual, mas  também pelo delicioso resultado.

Para fazer o famoso churrasco defumado é preciso ter prática e bastante paciência. Dependendo tipo e do corte da carne o prato pode levar de 4 a 16 horas para ficar pronto. E, como muitas pessoas não têm paciência para esperar todo esse tempo, acabaram surgindo vários estabelecimentos que servem o prato pronto para consumo..

A empresa King’s adquiriu o direito de produzir o defumador que se chama smoker no modelo texano pit no Brasil. E, embora o investimento ainda seja bastante alto, o equipamento não serve apenas para preparação de todos os tipos de carnes, mas também legumes, massas, queijos, molhos e o que a sua imaginação permitir.

Deixe seu Comentário!